Quais Probióticos Ajudam na Imunidade?

Enquanto permanecer saudável é sempre uma prioridade, durante a pandemia, muitos se concentram em manter o sistema imunológico alto.

Embora faça exercícios diariamente e tenha uma alimentação saudável, pode ser benéfico, adicionar um suplemento probiótico na sua dieta.

Dessa forma, conversei com alguns especialistas da área da saúde para entender como os probióticos e a imunidade estão conectados, e quais bactérias são eficazes.

Como os probióticos ajudam a imunidade?

habilidades de programação

Probióticos são bactérias que vivem no microbioma intestinal, por isso, quando ocorre um aumento excessivo de bactérias ruins ou disbiose, afeta negativamente o sistema imunológico em geral.

Disbiose é quando há um desequilíbrio entre as bactérias boas e ruins. Isso ocorre porque, 70 a 80% do nosso sistema imunológico está localizado no intestino.

No entanto, vale lembrar que, nem todos os probióticos são desenvolvidos iguais, algumas bactérias são mais eficazes do que outras no sistema imunológico.

Portanto, verifique sempre o rótulo e converse com os seus médicos antes de comprar.

Melhores bactérias probióticas para a imunidade

Existe uma variedade de probióticos, que podem ser benéficos para diversas partes da saúde, por isso, é importante que consulte um médico para entender as necessidades do seu corpo.

No entanto, existem dois probióticos que são realmente importantes, os Lactobacillus e Bifidobacterium.

  • Lactobacillus acidophilus

habilidades de programação

L. acidophilus NCFM é uma cepa das bactérias Lactobacillus, que produzem ácido lático e vivem principalmente no intestino delgado.

Um estudo no in vitro publicado na “Immunology” indica que, o Lactobacillus pode ser eficaz no desencadeamento da expressão de genes na defesa viral, estimulando o sistema imunológico. Portanto, eles também protegem contra bactérias nocivas, como a E. coli.

  • Bifidobacterium lactis

A bactéria Bifidobacteria (Bifidus) existe predominantemente no cólon ou no intestino grosso.

No entanto, eles produzem o butirato de ácidos graxos de cadeia curta, que mantém as células do cólon funcionando.

habilidades de programação

Alguns estudos do cólon mostram que essas bactérias ajudam a apoiar o sistema imunológico e também mantém o intestino saudável.

Um pequeno estudo publicado no “European Journal of Clinical Nutrition” fez um grupo de idosos consumirem Bifidobactérias na dieta (especificamente HN019), durante seis semanas.

Enquanto isso, outro grupo servia como controle. Portanto, os pesquisadores descobriram que aqueles que consumiram o probiótico, tiveram níveis aumentados de imunidade natural.

Conclusão

O intestino e o sistema imunológico estão completamente interligados, no entanto, a conexão imune ao intestino é completamente real.

Por isso, é de grande importância alimentar os probióticos específicos do intestino, pois eles podem ser valiosos para a sua saúde.

Lembrando que, grávidas, mães amamentando ou pessoas que usam remédios controlados, devem consultar os seus médicos antes de iniciar a rotina de suplementação.

É sempre ideal que tenha um acompanhamento médico ao considerar tomar suplementos que são adequados para você.

Leave a Reply